Uma introdução ao BEAM, uma criptomoeda criada com o protocolo Mimblewimble.

BEAM é uma criptomoeda centrada em privacidade suportada pelo protocolo Mimblewimble que foi criado reunindo algumas das inovações do espaço blockchain:

i) CoinJoin

ii) Transações Confidenciais;

iii) Provas de Intervalo;

iv) Cut-throughs.

Através dos quais se permitiu a criação de um protocolo privado, mas escalável.

BEAM é uma dessas moedas construída pelo protocolo Mimblewimble (em conjunto com GRIN). Falando de moedas de privacidade, uma das maiores e mais frequentes comparações quando se trata da moeda Mimblewimble é: Como ela difere da Monero, Zcash e outras moedas de privacidade?

Ao contrário do Monero ou do Zcash, as moedas Mimblewimble reforçam a privacidade ao nível do protocolo, em vez de adicionar camadas ao blockchain original para obter privacidade. Isso reduz a carga/dados armazenados no próprio blockchain, o que leva a uma maior escalabilidade. Em termos de vantagens e desvantagens de cada um, não irei cobrir isso hoje. Você encontrará alguns excelentes artigos fazendo essa comparação na Internet.

Em suma, o Mimblewimble usa criptografia de uma maneira inteligente que impõe a segurança que um blockchain oferece, enquanto ao mesmo tempo é otimizado para privacidade e, sem dúvida, é mais escalável que o próprio BITCOIN.

As funções da BEAM

Resumindo a história, a BEAM usa o protocolo Mimblewimble para criar uma criptomoeda centrada na privacidade, com grande poder de escalabilidade e com capacidade de auditoria opcional. Ele também permite soluções de segunda camada para que funções como o Atomic Swap possam ser construídas nele. Mais informações poderão encontra-las aqui:

Comparação entre BEAM e GRIN

Atualmente os dois principais projetos que implementam o protocolo Mimblewimble são BEAM e GRIN e, caso já tenha pesquisado alguma coisa sobre Mimblewimble o mais certo é que já se tenha deparado com um deles. Abaixo, segue uma tabela com algumas das suas principais diferenças:

BEAM GRIN
Código Base C++ Rust
Implementação Soluções de segunda camada (Atomic swaps, Time-locked transactions etc.) Simples e fácil de manter a transação mínima focada
Lançamento Venda de Tokens (investidores receberam dinheiro da tesouraria da BEAM), seguido de mineração Lançado apenas via mineração
Política monetária – 20% para a Tesouraria da BEAM (*) (decresce 10% após 1 ano)

– 80% aos mineiros

100% aos mineiros
Emissão ~263m de emissão máxima, 100 BEAM por Bloco (1 min), “halving” a cada 4 anos (à semelhança do BITCOIN) Emissão infinita, 60 GRIN por Bloco (1 min)
Mineração Equihash PoWASIC Resistant Cuckoo Cycle – GPU primeiro, ASICs irá assumir preponderância gradualmente
Governance BEAM Foundation Comunidade
Financiamento Recompensa por via de Treasury Block Donativos

(*) https://www.beam.mw/faq/what-is-your-funding-model-what-is-the-treasury

Fonte: https://www.coingecko.com/buzz/introduction-to-beam-cryptocurrency